O Capoeira Em Ação

Esse são os movimentos usados por Gunga Za em sua jornada:

  • Um golpe "rodado" rápido e traumatizante com o qual o capoeira derruba alguns de seus oponentes. Mestre Vuê considera este um dos movimentos mais rápidos de Gunga Za.

  • Um golpe de velocidade média, não tão traumatizante usado pelo capoeira para envolver seus oponentes. Mestre Vuê treinou Gunga Za para usar a Queixada no momento exato de atingir o oponente.

  • Um golpe "em linha" muito veloz e muito traumatizante, com o qual, em um único movimento, o capoeira pode eliminar seu oponente. Mestre Vuê ensinou Gunga Za a usar o martelo em momentos em que sua mente está repleta de Cadência e Axé. Em tais condições, o golpe pode ser fatal.

  • Um golpe "rodado" muito veloz e traumatizante, forte o suficiente para rapidamente eliminar o oponente. Mestre Vuê treinou Gunga Za para usar a Meia Lua de Compasso em momentos bem específicos, somente quando o golpe for eficaz.

  • Cotra-ataque usado para expor e atordoar o oponente. Mestre Vuê treinou Gunga Za para usar rasteiras em momentos de mandinga e malícia, evitando que o discípulo se exponha perigosamente ao adversário.

  • Um golpe traumatizante que atordoa e expõe o oponente. Mestre Vuê recomenda a Gunga Za usar Cabeçadas nos inimigos mais fortes, assim a técnica e a malícia podem trabalhar juntas para derrubar o adversário com cujo vigor foi reduzido.

  • Um golpe "em linha" muito traumatizante e veloz, com o qual o capoeira pode eliminar seu oponente em um único movimento. Mestre Vuê ensinou Gunga Za a usar a Ponteira no início da luta, quando a presença de outros adversários torna imperativo eliminar rapidamente um primeiro deles.

  • Um golpe "de linha" desestabilizante e não-traumatizante, que arremessa o oponente para longe. Mestre Vuê ensinou ao Gunga Za usar a Benção para desnortear seus adversários e expô-los para novos ataques. Mas afirma: Gunga Za ainda precisa melhorar esse movimento.

  • Um golpe "em linha" desestabilizante, com o qual o capoeira pode empurrar seu oponente a uma distância média, ainda inflingindo nele um trauma médio. Mestre Vuê ensinou bem esse movimento a Gunga Za, mas ainda critica a pouca distância que seu discípulo empurra seus adversários. Esse movimento está entre as muitas lições que Gunza Za ainda precisa estudar mais.

  • Um Pisão mais eficiente quando usado como contra-ataque, o qual Axé e Cadência devidamente necessárias são constante lembrança de Mestre Vuê para Gunga Za.

  • O movimento básico da Capoeira, necessário para se ficar em posição de luta, para se ter equilíbrio e para se obter Cadência suficiente para o próximo ataque, contra-ataque ou defesa.

  • "Esquiva Básica" e "Esquiva Lateral" são movimentos de defesa, eficazes somente quando executados no momento correto e para a direção correta (sempre contrária ao movimento do golpe do oponente). Mestre Vuê recomenda a Gunga Za alternar entre as duas esquivas de acordo com o ataque do adversário de modo que fique na distância perfeita para um contra-ataque.

  • " "Floreio" usado por Gunga para estrategicamente erguer-se de uma queda. Master Vuê pede a Gunga Za para ser muito cuidadoso quando executar esse movimento.

  • Movimento usado por Gunga Za para rápida e estrategicamente erguer-se de uma queda. Mestre Vuê pede a Gunga Za para ser muito técnico quando usar esse movimento para se reposicionar para a luta.

  • Outro "Floreio" usado por Gunga para erguer-se de uma queda. Mestre Vuê pede a Gunga Za para ser muito cuidadoso quando executar esse movimento também.